9 passos para organizar um evento

postado em: Eventos | 0

Casamentos ao ar livre foram uma forte tendência ao longo de 2018. Mais despojados, cada vez mais casais abrem mão do tradicional combo cerimônia na igreja no sábado à noite + festa até o sol raiar em um salão fechado.

Ao invés desta fórmula típica, muitos noivos optam por dizer o “sim” em espaços abertos, sob as árvores, a luz do sol e as estrelas.

Não há sombra de dúvida que essa opção é extremamente vantajosa: além de ser uma forma alternativa de celebrar o amor, os convidados normalmente gostam da ideia de poderem ir vestidos de uma maneira mais despojada e confortável a cerimônia.

Apesar disso, é preciso considerar que a logística de um casamento – ou de qualquer outro evento ao ar livre – é muito mais complexa.

Afinal, há diversos fatores que não podem ser controlados, inclusive o tempo.

Felizmente, com uma organização adequada, todo e qualquer imprevisto pode ser contornado sem maiores problemas. Confira algumas dicas para tal a seguir:

  1. Eventos ao ar livre podem ser econômicos

Quando um casal opta por dizer o “sim” na igreja e receber os convidados em um salão de festas, é preciso pagar dois aluguéis: o do templo e o do salão. Consequentemente, o investimento necessário pode ser bem alto.

No caso de eventos ao ar livre, é comum que ambas as partes da ocasião aconteçam em um mesmo espaço.

Por exemplo: o casal pode trocar as alianças em um campo aberto e instalar uma tenda cristal em outra parte do terreno para a recepção.

Consequentemente, só é preciso pagar o aluguel de um local, reduzindo consideravelmente o orçamento necessário para a realização do evento.

Além disso, vale ressaltar que eventos que acontecem em espaços abertos costumam ser mais despojados, independentemente de se tratar de uma casamento, aniversário ou formatura.

Como a decoração pode ser mais simples, o custo desta parte da ocasião também costuma cair.

  1. …mas requerem um plano B

Por mais que a ideia de comemorar uma ocasião especial ao ar livre, em companhia da natureza, seja extremamente atraente, ela também exige que os anfitriões assumam alguns riscos.

Um deles é o de a previsão do tempo não ser muito favorável, afirmando que o grande dia será marcado por chuvas, vento forte e/ou muito frio.

Assim, é fundamental que, na etapa da organização, todos os envolvidos pensem em um plano B para driblar uma dificuldade do tipo.

Uma das soluções mais populares para tal é contar com barracas para eventos de prontidão para ser instaladas a qualquer momento. Desta maneira, os convidados estarão sempre protegidos das intempéries.

Vale ressaltar que o fornecedor responsável por isso tem que ser de extrema confiança.

Afinal, caso ele não honre o contrato, os anfitriões do evento estarão em sérios apuros.

Assim, é importante duvidar de ofertas tenda com valores muito abaixo do restante do mercado: isso pode significar que o produto não é de confiança, ou que a empresa que a fornece não tem uma logística muito eficiente.

  1. A tenda não precisa ser comprada

Por mais que contar com uma tenda para abrigar os convidados seja algo sempre desejável, independentemente da previsão do tempo, nem todos sabem que ela não precisa ser comprada, necessariamente.

Afinal, por mais que a venda de tenda sanfonada exista, os anfitriões podem se ver às voltas com um produto que não terá utilidade.

Em resumo, é muito mais vantajoso procurar por uma empresa que trabalhe com o aluguel desses itens.

Muitas vezes, mediante o pagamento de um valor adicional, o próprio espaço onde o evento será realizado pode fornecer uma cobertura, como uma tenda barraca.

  1. A tenda pode se transformar em decoração

Muitas pessoas temem realizar um evento ao ar livre. O motivo por trás disso é o receio de que a necessidade de contar com uma tenda prejudique o projeto decorativo elaborado detalhadamente para a ocasião.

A boa notícia é que isso não é necessariamente verdade: é possível transformá-la em um elemento decorativo. Basta adorná-la com elementos como:

  • Flores;

  • Ramos de plantas;

  • Correntes de luzes;

  • Lâmpadas penduradas;

  • Velas em potes;

  • Fotografias.

Isso é válido para qualquer modelo de cobertura, seja ela uma tenda sanfonada 3×3 ou um modelo estilo cristal. Basta elaborar um projeto a ser colocado em prática caso a instalação do item realmente seja necessária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *